A Arteche aumentou as vendas em 21,1% em comparação com o ano anterior no final do primeiro semestre de 2022, atingindo 156 milhões de euros

8 Sep 2022
•A carteira de pedidos cresceu 51% com relação ao ano anterior e chegou a 192 milhões de euros. •Em termos absolutos, a margem direta aumentou 9,6% para 45,2 milhões de euros no primeiro semestre, impulsionada pelo crescimento do volume de vendas e por uma estratégia bem sucedida de recuperação de preços. •O EBITDA, comparado ao ano anterior, cresceu 23,1% a 13,1 milhões de euros em um contexto de alta pressão sobre os custos de material e logística, aumentando a margem para 8,4% do faturamento. •O lucro líquido aumentou para três milhões de euros, 77% em comparação com o ano anterior. •No final de junho, a Dívida Financeira Líquida era de 54,3 milhões de euros, representando uma melhora no índice de alavancagem (1,90 vezes o EBITDA; comparado a 1,95 vezes em 31 de dezembro de 2021).

Mungia (Bizkaia), 9 de setembro de 2022 -A Arteche apresentou seus resultados, sujeitos à revisão limitada, para o primeiro semestre, um ano após sua estreia como uma empresa cotada em bolsa no BME Growth. A empresa está cumprindo com sucesso as linhas estabelecidas em seu Plano Estratégico até 2023 e o impacto das últimas operações inorgânicas (as aquisições de Esitaş e Smart Digital Optics), bem como a joint venture com a Hitachi Energy em sua fábrica de Vitoria-Gasteiz, estão dando resultados positivos, que se refletem nos números do primeiro semestre de 2022.

Números financeiros positivo

No final de junho, a Arteche obteve um lucro líquido de três milhões de euros, comparado a 1,7 milhões de euros no ano anterior, e uma receita de 156 milhões de euros, representando um crescimento de 21,1% comparado ao mesmo período do ano anterior. Todas as regiões e empresas do grupo contribuíram positivamente para este crescimento e ainda há potencial para alcançar e recuperar mais margens, demonstrando a força da estratégia comercial da empresa em um momento de transformação do setor elétrico em direção a modelos mais sustentáveis e descentralizados. 

Em um contexto de alta pressão sobre os custos de material e logística, o lucro operacional bruto (EBITDA) atingiu 13,1 milhões de euros, equivalente a uma margem EBITDA de 8,4%, comparada a 8,3% de um ano atrás. Por outro lado, a dívida financeira tem um custo médio de 2,4% e um prazo médio de 4,7 anos.

Em 6 de julho de 2022, após aprovação na primeira Assembleia de Acionistas desde sua incorporação ao BME Growth, a Arteche pagou a seus acionistas um dividendo final equivalente a 30% do lucro líquido de 2021.

Um negócio em contínuo crescimento

Em um contexto de crescimento e forte demanda no setor, durante o primeiro semestre do ano, a carteira de pedidos da Arteche cresceu 51%, atingindo 192 milhões de euros. Este crescimento nas vendas nas diferentes linhas de negócios responde a diferentes razões: 

  • No ramo de medição e monitoramento elétrico, o crescimento da Arteche está acima das expectativas. Assim, permanece entre as três maiores empresas líderes na fabricação e venda de transformadores de alta tensão e entre os cinco maiores players europeus em média tensão, como resultado da integração do negócio Esitaş, que foi adquirido há pouco mais de um ano. Além disso, a inovação aplicada em todas as linhas de negócios se materializou no lançamento de produtos no primeiro semestre do ano, tais como sistemas de monitoramento remoto de transformadores e novas alternativas de gás sustentável em transformadores GIS (Gas Insulated Switchgear). No mercado asiático, a Arteche foi a primeira empresa a ser aprovada com sucesso nos exigentes testes de arco interno na China em transformadores com uma intensidade de 245Kv.
  • Aumento exponencial da participação no mercado de medição digital. O crescimento reforça a posição de liderança da empresa após adquirir uma participação de 100% na SDO (Smart Digital Optics), sediada na Austrália. Este movimento impulsionou a Arteche como um dos líderes nesta tecnologia, que ainda tem espaço para crescimento.
  • O negócio de automação está crescendo através de novos clientes e mercados graças a novas aprovações e produtos que já estão se materializando em vendas no mercado Ásia-Pacífico, introduzindo a marca Arteche no mercado ferroviário indiano. Na América do Norte, a Comissão Federal de Eletricidade (CFE) escolheu a Arteche como o licitante vencedor para um acordo de fornecimento de proteção e controle para a rede elétrica mexicana. A Arteche está realizando os testes finais da nova plataforma de proteção e controle, com lançamento previsto para os próximos meses de 2023.
  • No negócio de confiabilidade da rede, o crescimento está de acordo com as expectativas. A empresa abriu uma nova e mais eficiente fábrica no Brasil com um projeto baseado em lean manufacturing e máxima eficiência operacional. É um marco que coincide com a recuperação do mercado de religadores nesta geografia , após o levantamento das restrições pela pandemia de Covid-19.
  • Os dados comerciais nos Estados Unidos e na Austrália merecem destaque. As primeiras encomendas do mercado australiano no campo da qualidade de energia e o impulso dado às energias renováveis nos Estados Unidos posicionaram esses mercados entre os dados relevantes para a Arteche no primeiro semestre do ano. 

Os dados financeiros e comerciais no final de junho, sujeitos à revisão limitada, sugerem que a empresa continuará em linha com o Plano Estratégico 2023, que estabelece uma tendência de aumento das vendas e do EBITDA para igualar ou melhorar os resultados obtidos até o momento.

Compromisso social e ambienta

De acordo com os critérios ESG (Environment, Social and Corporate Governance) e seguindo os objetivos estabelecidos no Plano Estratégico de Sustentabilidade 2030, a Arteche continua tomando medidas para cumprir seus compromissos nas áreas de pessoas, sociedade e planeta e para informar suas partes interessadas de forma transparente através de seu Relatório Anual e sua Declaração de Informações Não Financeiras (ou Relatório de Sustentabilidade).

No plano ambiental, durante o primeiro semestre do ano, a empresa reduziu as emissões diretas de Escopo 1 em 7% em relação ao ano anterior, o consumo de energia e as emissões de Escopo 2 em 5% e os resíduos perigosos em 20%. No plano social, a empresa continua trabalhando em estreita colaboração com instituições educacionais e tecnológicas locais, em uma tentativa de incorporar o talento necessário para enfrentar os desafios futuros que deseja enfrentar nos próximos anos. Da mesma forma, o número de mulheres contratadas aumentou 5% em comparação com a primeira metade de 2021 e, durante o mesmo período de tempo, a presença de mulheres em cargos de administração aumentou 2%. Além disso, a taxa de rotatividade dos funcionários diminui em 4%.

A empresa também permanece comprometida com as boas práticas. 100% das operações realizadas pelos funcionários da empresa seguiram protocolos rigorosos de boa governança, incluindo o início da implementação de um sistema ICFR, que já começou com as fases de auditoria e diagnóstico, bem como a definição de um mapa de controle de risco.

A Arteche é uma empresa comprometida que trabalha de forma ética e responsável por convicções e valores. Este aspecto, cada vez mais reconhecido na sociedade, possibilita que instituições como o Conselho Provincial de Bizkaia, que recentemente reconheceu a Arteche com o prêmio Esker ON para o projeto BIOAT, se somem ao reconhecimento anteriormente recebido por comportamento exemplar na ESG pela BBK e El Correo ou pela Forbes e Credit Suisse. 

A Arteche também materializa seu compromisso com a neutralidade de emissões ao aderir ao programa "Climate Ambition Accelerator", uma iniciativa dentro da estrutura do Pacto Global que visa alcançar zero emissões até 2050. Este compromisso se soma a outros como a criação da "Arteche Forest", que já tem mais de 400 árvores plantadas e compensa 50 toneladas de CO2.

Coincidindo com o 75º aniversário da empresa, a Arteche lançou a Corrida Solidária Somando Energias. Depois de somar todos os quilômetros de todos os participantes e dar a volta ao mundo, o objetivo é fornecer eletricidade por um ano a 75 famílias em situações de vulneratibilidade nas diferentes regiões onde o evento está sendo realizado. 

Os profissionais da Cáritas estão determinando quais famílias receberão a eletricidade e, depois de concluído este processo, a Arteche assinará os acordos correspondentes e o fornecimento de energia começará em 17 de outubro, Dia Mundial para a Erradicação da Pobreza.

Para realizar esta iniciativa de solidariedade, além do compromisso da Cáritas, foi essencial ter a Iberdrola como patrocinadora ouro, e o Grupo Jema Irizar, Hitachi, Shemar, Krempel, Atlantic Forwarding Spain, Nynas, DSV, Omicron e Urrutia Logistika como patrocinadores prata e bronze.

Para mais informaçoës, entre em contato conosco

Comunicado de impresa

(só em espanhol)

Apresentação dos resultados

Sobre o Grupo Arteche

Fundado em 1946, o Grupo Arteche atua no setor elétrico, da geração à distribuição, especializado na indústria de equipamentos elétricos, componentes e soluções. Neste contexto, o Grupo Arteche está entre os TOP 3 líderes mundiais no mercado de transformadores de medição e o número 1 no mercado de relés auxiliares, e mantém posição de liderança regional nos demais produtos, principalmente naqueles destinados a mercados altamente exigentes e de valor agregado, como a geração de energia renovável e o setor ferroviário.

O foco do negócio do Grupo Arteche está em permitir o transporte e a distribuição de energia elétrica de qualquer central de geração até o usuário final com eficiência, qualidade e confiabilidade. Por isso, a empresa habitualmente investe em I+D+i, visando melhorar a qualidade e a eficiência de seus produtos, inovar o desenvolvimento de novos produtos e oferecer ao cliente um valor agregado diferenciado. Atualmente, a Arteche está presente em mais de 175 países com capacidade de distribuição comercial; tem 13 fábricas na Europa, América e Ásia, incluindo seis centros de investigação; e conta com mais de 2.400 funcionários em todo o mundo.

A Arteche aumentou as vendas em 21,1% em comparação com o ano anterior no final do primeiro semestre de 2022, atingindo 156 milhões de euros